terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

A Mulher e a Saúde

O que você gostaria de saber sobre a saúde e a mulher?
Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, eu vou contar algumas histórias sobre nossas conquistas e dar dicas de como manter seu bem estar e sua qualidade de vida.
Só para você ter uma idéia de como conseguimos vitórias ao longo destes anos, sabia que se hoje falamos em Lei Maria da Penha, que pune quem agredir uma mulher, foi em 1890 que foi criada a Lei que proíbe violência contra a mulher.
E se hoje podemos escolher casar ou não, foi só em 1960 que adquirimos o direito de poder escolher o marido.
Diante de tanta repressão que nós mulheres fomos submetidas ao longo dos anos, não tínhamos direito nem de cuidar da própria saúde. Já hoje em dia, a mulher é a principal provedora da atenção primária à saúde. Isto quer dizer que quando temos informação e orientação, faz parte da nossa preocupação nos cuidar e cuidar de nossos queridos.
Assim, após conquistar espaço definitivo no mercado de trabalho e quebrar tabus na sociedade brasileira, nós mulheres enfrentamos agora um novo desafio: cuidar da saúde enquanto acumulamos cada vez mais tarefas.
Doenças que eram exclusivas dos homens, passaram a fazer parte do universo feminino.
Agora mulheres morrem de infarto, morrem de acidente vascular cerebral. E estas duas são as maiores causas de morte feminina.
Depois vem a morte por câncer de mama e câncer de colo uterino.
Morte por complicações do HIV não diagnosticado
E morte por complicações de doenças metabólicas como diabetes.
Alerta para doenças em expansão

Se antes a Aids incidia em 25 homens para cada mulher, hoje essa proporção já é de um para um. De acordo com o Ministério da Saúde, na última década, o número de casos de HIV na população feminina aumentou em 44%.

O câncer de mama deixou de ser um problema apenas de pessoas mais velhas e tornou-se comum também entre as mais jovens. Por outro lado, o HPV (Vírus do Papiloma Humano) continua freqüente principalmente porque ainda existe receio para realizar o exame Papanicolau.

Mas, em muitas doenças típicas do universo feminino, alguns cuidados podem ser suficientes para garantir uma vida saudável:
Cuidados que podem garantir mais saúde para à mulher:

• Faça consultas periódicas e regulares ao seu médico para manter sua saúde íntima e interna em dia, evitando fadigas, stress, e outras doenças;

•Realize periodicamente o autoexame de mama e anualmente os exames: papanicolau, mamografia e ultrassonografias. 

• Mantenha  cuidados básicos com a pele, com os cabelos, com as unhas. São hábitos que ajudarão a se manter jovem e bonita, além de ser essencial pra à saúde e autoestima;

• Faça exercícios físicos regularmente, pois auxilia no controle do peso na qualidade de vida.

• Alimente-se de forma saudável, a reeducação alimentar, nutre o corpo e auxilia na prevenção de várias doenças;

Evite fumar. Esta é a regra fundamental para prevenir o câncer.


Abaixo segue um cronograma que eu achei muito interessante pois mostra o relógio biológico da mulher e os cuidados que ela deve ter em cada fase da vida.




A grande novidade de conquista para nossa saúde este anos foi a chegada da vacina contra o HPV no SUS. Esta vacina impede que mulheres adoeçam com o câncer de colo uterino.
E para o futuro:
 Agora em janeiro de 2014 começou no Texas o uso de um anel vaginal que é contraceptivo e além disso previne contra o vírus da Aids. Isso mesmo. Um anel vaginal como contraceptivo não é novidade, nós já temos um no mercado. A diferença deste, que dura 90 dias, é que libera um gel que impede a transmissão do vírus HIV.

Em comemoração ao dia internacional da mulher fica o convite a todas nós: Vem vamos nos cuidar, vamos viver bem! Bem mais!

Nenhum comentário: