quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Dor ou desconforto vaginal- Veja porque isso acontece

Entrevista concedida por Dra. Maria Luiza Campos e publicada no site http://idmed.uol.com.br/saude-da-mulher,   Qui 18 de Agosto de 2011 11:47

Quais são as causas mais frequentes de dores ou desconfortos?
Inflamações e infecções, cistos que alterem a anatomia vaginal, alteração da lubrificação, vaginismo (contração involuntária).
Roupas íntimas podem contribuir para o aumento do problema? O que deve ser feito?
Sim. Roupas que prejudiquem a oxigenação tecidual e mantenham a região úmida (muito justas ou com tecidos sintéticos) podem facilitar o surgimento de fungos, diminuir a imunidade local e promover reações alérgicas. O ideal é usar roupas íntimas de algodão.
Quais DSTs podem causar dores?
Todas. Na verdade a dor é consequência da inflamação causada, então, com diferentes graus de gravidade, qualquer DST pode gerar esse incômodo. Mas as mais comuns tricomonas, clamídia, gonococo e, de forma mais inespecífica, o HPV são os principais causadores de dor.
Existem outras doenças, que não as sexualmente transmissíveis, que podem causar os problemas?
Sim. Distrofias, que são inflamações crônicas autoimunes, um cisto de Bartholin, que diminui o espaço vaginal, são exemplos de que isso pode ocorrer.
Qual é o tratamento? É só a medicação que resolve?
Na maioria das vezes, medicação e mudanças de hábitos resolvem a situação, e eventualmente cirurgias.
A relação sexual pode causar dor?
Sim. A posição adotada e a lubrificação antes da penetração são fatores que interferem para a queixa, mas normalmente o principal caso de dor está relacionado a algum tipo de inflamação e deve ser investigado.
Existem casos em que a dor é 'passageira' e não tem relação com nenhuma doença? O que deve ser feito neste caso específico?
Sim. Se a dor não ocorrer após a pessoa relaxar e tentar novamente a penetração, não há motivos para preocupação. Mas em caso de persistência, o médico deve ser procurado, pois não é normal haver dor na penetração ou qualquer tipo de dor no canal.



Um comentário:

Anônimo disse...

ola, por favor

a respeito de clamidia, estou tentando tracar uma linha do tempo de quando fui infectada

ate 2004 como doava sangue, os resultados eram negativos pra dsts

2009 transei sem protecao

set/2012 com o parceito atual, transei sem protecao.
11/dez testei, e deu positivo pra Clamidia, IgA + e IgG -
procurei um gineco, me receitou um medicamento, e fez coleta
21/dez na coleta deu negativo, dai q ele disse q na vagina nao esta infeccionado, mas a doenca esta presente

aqui onde moro, nao compreendo a lingua com fluencia

so q nao entendi esse IgA comprova q a infeccao eh recente? uma terceira pessoa tentando me ajudar a entender, me disse q recente pode ser q fui infectada ha 3 semanas ou 3 meses.

isso esta certo?

desde ja obrigada.