terça-feira, 13 de maio de 2008

Sobre a endometriose


A doença é caracterizada pela presença de tecido, semelhante ao endométrio, fora do útero. O endométrio é o tecido que descama ao final do ciclo menstrual, caracterizando a menstruação. Na Endometriose este tecido reflui através das trompas e se implanta dentro da cavidade pélvica.

O principal sintoma é a dismenorréia, ou seja, dor em forma de cólica durante o período menstrual. Com freqüência, essas cólicas podem ser progressivas, por vezes se tornam incapacitantes. A dor durante as relações sexuais também é freqüente. A doença pode se manifestar por meio da dificuldade de engravidar. A infertilidade está presente em cerca de 40% das mulheres com Endometriose. Além disso, a paciente pode apresentar dores fora da menstruação, alterações intestinais ou urinárias durante o fluxo menstrual.

A doença pode surgir desde a primeira até a última menstruação. Assim, costuma-se dizer que a Endometriose pode ser controlada, caso seja muito bem tratada.
(Leia mais)

2 comentários:

Dra Maria Luiza disse...

Mais informações, acessem http://www.endometriose.org.br/site_abend/site/home.asp

Terezinha Maria de Jesus disse...

Olá
gostei muito desse artigo.Esclarecedor e bem enxuto.
Tirei muitas dúvidas que tinha sobre o assunto.
UM abraço